Últimas Notícias

Puro amor: gêmeos produzem cadeiras de rodas para animais deficientes no Rio

Espalhe amor: esse notícia vem direto de nossa comunidade no Google+ Amor gera Amor. Também tem um notícia boa para compartilhar? Poste em nossa comunidade, na categoria Últimas Notícias: espalhe coisa boa. Sua postagem pode aparecer aqui em nosso blog ;)

Irmãos já atenderam todo tipo de animal: gambás, tartaruga, coelho etc.
(Foto: Cristina Boeckel/ G1)
Há quase duas décadas os irmãos William e Richard Frank, moradores de Copacabana no RJ, dedicam-se a ajudar animais deficientes. A paixão por invenções somou-se ao amor pelos bichos e isso é notado pelos cômodos de suas casas: imagens de cães e outros animais em cadeiras de rodas, estas que são idealizadas e produzidas pela dupla.
A ideia começou com um problema vivido por uma amiga, que tinha um cachorro impossibilitado de andar . "Como nós somos artistas plásticos e gostamos de inventar coisas diferentes, ela pediu para bolarmos um recurso para o cachorrinho dela se locomover melhor”, contou Richard ao Portal G1.
Fizeram diversos experimento, receberam diversas encomendas. Assim, com o crescimento dos pedidos de cadeira de rodas, surgiu a Dog Car, empresa familiar que faz cadeirinhas sob medida não apenas para cachorros, mas diversos outros animais.

“Nós atendemos aqui vários animais. Já atendemos um gambá, tartaruga, coelho, furão, hamster”, conta William. Richard completa: “Gato e cachorro já é normal”.

Qualidade de vida

Os irmãos defendem a função da cadeirinha como uma forma de dar qualidade de vida aos animais que se tornaram deficientes depois de sofrerem com traumas e doenças.

Zeus, um dachshund de 11 anos de idade, é um dos usuários das pequenas cadeiras de rodas desde 2011. O cão usa a cadeira três horas por dia, para passear na rua e também dentro de casa. Sua tutora afirma que ele se adaptou logo que colocou a estrutura.

“Foi imediato. No primeiro dia que ele colocou, saiu caminhando, feliz da vida. É um corpo estranho, mas ele se adaptou”, 
conta a tutora de Zeus, Suely de Carvalho


As cadeirinhas possuem preços entre R$ 250 a R$ 1,2 mil, dependendo da complexidade da lesão. Mas os irmãos também estão envolvidos em projetos sociais nos quais doam cadeirinhas ou dão desconto para quem não possui condições de pagar. 

Perguntados sobre o que os motiva, Richard conta que a satisfação dos clientes é fundamental:

“Quando a gente faz a cadeira, a pessoa traz o cachorrinho e coloca nela, parece que é a primeira que a gente já fez. É muito emocionante”,
conta Richard

Essa notícia foi apresentada em nossa comunidade Amor gera Amor pela sempre presente participante Veronica Santos . Veja aqui a postagem.


E você, também tem um notícia boa para compartilhar? Poste em nossa comunidade, na categoria Últimas Notícias: espalhe coisa boa. Sua postagem pode aparecer aqui em nosso blog ;)